Lima: Comidinhas e Restaurantes

Se bem que não é novidade, Lima é muito propício pra quem ama gastronomia. Aliás é tanta riqueza culinária que não é fácil acompanhar tudo. Digo isso porque que ama comer bem, passa até mal por lá. Se tem pouco tempo, piorou. A vontade de provar tudo é imensa e pode ser que alguns temperos e ingredientes não sejam tão fáceis de serem decifrados assim. Comer ceviche todo dia rola, mas não comer tudo o que aparece na frente.

Eu fui ainda pra lá com um grupo que queria almoçar e jantar em restôs badalados com menu degustação de 248728947289479 passos. Gente, não rola. Não sei como esse pessoal conseguiu fazer isso! Eu fui em um e depois fiquei assim ó: dois dias comendo pouco. Não dá pra almoçar e jantar 9 pratos em cada refeição, ainda que seja degustação, pelo amor. Bueno vou listar aqui os restôs pelos quais eu passei em Lima sem dar muita atenção em um ou outro específico porque vocês vão ver posts deles, melhor explicados, no Destemperados.

Quispe & Mamaní
Vai para comidinhas rápidas, perfeito para tomar café da manhã.
Comi: pão com aceitunas, provei pão com abacate. Tomei suco de chicha (AMO) e café americano.
Preço pelo lanche e suco: 9 soles (muito barato).
Quem indicou: mina da rua.
Site e info: www.facebook.com/QuispeyMamani. Post completo aqui.

Segundo Muelle
Vai para comer muito bem em um lugar que os limeños amam, perfeito para almoço durante semana.
Comi: ceviche tradicional, milhos torradinhos, causa, choritos a la chalaca, um doce que não sei o nome mas era de limão e coco.
Tomei: chilcano de maracujá e suco de chicha.
Preço total: 200 soles.
Quem indicou: amigo peruano que mora em Lima, super viajado. Ele e a namorada curtem bastante lá.
Site e info: www.facebook.com/SegundoMuellePerupost completo aqui!

La 73
Vai para comer bem num local cool de Lima, num bairro boêmio, Barranco. Perfeito para almoço de final de semana e depois passear pela beira mar.
Comi: saladinha e os melhores churros da minha vida.
Preço: 100 soles.
Quem indicou: mesmo casal do Segundo Muelle.
Site e info: www.facebook.com/La-73-de-Barranco. Post completo aqui.

Cala
Vai para pagar de rico no restô que tem a vista mais bela pro Pacífico na cidade. Perfeito para qualquer hora, mas se tu pegar um dia de sol aberto é show. E no final da tarde também, la puesta del sol por lá é incrível.
Comi: steak de lomo al pisco, ostras, ceviche, tiradito de lenguado com abacate.
Tomei: pisco punch.
Preço: 100 soles por pessoa.
Quem indicou: vi uma menina no Instgram postando uma foto de lá e xonei.
Site e info: www.facebook.com/CalaMarDeAmorpost completo aqui!

La Lucha
Vai para comer os lanches mais tradicionais da capital peruana. Perfeito para o pós balada, pré bar ou a qualquer hora, não tem frescura por lá.
Comi: lanche de lechón a leña, chicharrón, pollo con piña e batatinhas.
Tomei: suco de maracujá.
Preço: 15 soles por pessoa.
Quem indicou: chef do ILatina, Santiago Macías. Colombiano que tem o melhor restaurante a puertas cerradas de Buenos Aires (minha opinião) e que estava em Lima na época.
Site e info: www.facebook.com/laluchasangucheriacriollapost completo aqui!

La Mar

Vai para um senhor menu degustação de comida peruana maravilhosa. Perfeito para sábado a noite, porque você vai comer muito.
Comi: o menu degustação de 9 passos.
Tomei: piscos sours e chilcanos.
Quem indicou: o 50 Best Latin America Restaurants.
Site e info: www.facebook.com/LaMarCebicheriaPeruanaLima.

Ainda fui na maior feira gastronômica da vida, a Mistura. Que amor! Mas vai merece post exclusivo. Lima, para quem curte comer bem é destino certo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s