Nosso Passeio pelas Phi Phi Islands

Como comentei no post anterior, tiramos um dia para conhecer Phi Phi. Há muitas excursões que te levam para lá, mas depois de muito pesquisar reservamos pela Simba Sea Trips a excursão Phi Phi Sunrise.

Gostamos de como eles apresentaram o tour: saem duas horas mais cedo que outras turmas e por isso, apesar de termos saído do hotel às cinco da matina, pegamos Phi Phi mais vazia e vimos o nascer do sol do barco. Outra razão pela qual escolhemos eles foi porque eles fazem o passeio em barco rápido, o que é muito bom para Phi Phi – as ilhas ficam longe de Phuket (ao redor de 50min de barco rápido) e eles também te levam para outras ilhas por perto.

Processed with VSCO with c8 preset

Eles chegaram no hotel com pontualidade britânica, nos levaram à marina e por lá esperamos um pouco até o tour sair. Os barcos são pequenos e cabem ao redor de 15 pessoas por embarcação apenas – o que também é ótimo porque outros tours parecem um cruzeiro de tanta gente. No barco nos acompanharam três pessoas do time da Simba que eram uns queridos e que ajudaram durante todo o dia.

A saída de Phuket foi bem radical (ahah pelo menos pra mim foi!), no dia a maré estava baixa pela lua cheia e tivemos que fazer umas manobras radicais e rápidas para passar pelos lugares com baixa profundidade, e valeu super a pena:

Processed with VSCO with c6 preset

Nossa primeira parada foi Maya Bay que é a ilha onde Dicaprio gravou “A Praia”. Essa é a parte mais famosa do conjunto de ilhas Phi Phi e fica bem cheia depois das 8h da manhã, já que a maior parte das excursões saem às 7h de Phuket, foi lindo pegar aquela beleza mais vazia. Ali em Maya o pessoal da Simba nos ofereceu café da manhã que está incluso no preço (eles têm um bolo de banana delicioso) e ficamos uma meia hora por lá.

Processed with VSCO with c6 preset

Saindo de Maya Bay fomos para Pileh Lagoon, que é sim uma lagoa verde esmeralda em meio as montanhas, uma coisa impressionantemente linda. Ali pulamos na água e ficamos mergulhando por mais uns 30-40min. A água é extremamente salgada nessa região e chega até a doer os poros abertos da pele haha. Foi lindo.

Processed with VSCO with c8 preset

Depois partimos para uma partezinha separada da ilha para fazer snorkelling e a localização depende do dia e das condições do mar – no lugar que paramos conseguimos ver até tubarão – não curti muito porque tenho medo ahaha.

Processed with VSCO with 4 preset

Logo foi a vez de estacionar em Monkey Beach, uma das paradas mais legais que fizemos. A Monkey Beach é realmente cheia de macacos (óbvio haha) e eu achei a coisa mais incrível. Apesar deles serem bem malandrinhos (e ouvi história de pessoas que foram “roubadas” por eles), a experiência é muito legal. Uma coisa que gostamos muito da Simba foi o fato deles respeitarem o habitat dos bichinhos e não se aproximarem muito deles, diferente de outras empresas que dão comida para os macacos e até Fanta! Uma tristeza, fiquei bem p da vida (aliás uma das empresas é a Andavaree Day Tours pra quem quiser evitar). Apesar do triste evento que citei, esse foi um dos momentos mais mágicos pra mim, só mostrou como Phi Phi é fantástica.

Processed with VSCO with c7 preset

Paramos logo depois para almoçar em uma outra ilha de Phi Phi, que não me lembro o nome, em uma refeição bem tailandesa (também incluída no preço) com pratos bem apimentados e nosso último destino foi Bamboo Island para um último respiro de sol antes de voltar para Phuket.

Processed with VSCO with c8 preset

Phi Phi é um must-do enquanto em Phuket e vale cada minuto. Nós adoramos a Simba e super recomendamos, apesar de não ser uma das mais em conta que existem por lá, vale a pena.

Dúvidas? Pode por nos comentários :)

5 comentários em “Nosso Passeio pelas Phi Phi Islands

  1. Oi Amanda,

    tenho muita curiosidade de conhecer Phi Phi, principalmente pela ilha do filme do Di Caprio. Mas tem vários outros lugares lindos como você bem descreveu. Eu tenho medo de macacos mas tenho curiosidade de conhecer esse lugar também. Achei bem legal também essa empresa que você escolheu porque, de fato, o pacote não visava apenas o bem estar dos clientes mas dos lugares e animais, o que pra mim, é muito importante.

    Bjs

    http://belsantanna.com/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Amanda, você falou que a saída de barco foi bem radical. Ouvi dizer que esse trecho para chegar em Phi Phi é bem complicado e muita gente enjoa nas embarcações. Você também sentiu isso ou foi mais tranquilo, já que como você disse, a maré estava baixa? Bjs

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Thaís, obrigada pelo comentário.
      A saída foi mais radical porque era noite de lua cheia e o nível do mar ainda estava baixo de manhã, então para o barco não parar na terra o capitão teve que ir um pouco mais rápido para ele ficar mais leve e deslizar na água.

      O trecho para Phi Phi é longo, em barco rápido leva 45min se as condições do bar estão boas, caso contrário demora mais tempo. Eu não senti nenhum enjoo não, primeiro porque, de novo, o barco era rápido e segundo porque o tempo estava bom. Só na hora da volta que o tempo começou a fechar, mas chegamos na marina antes da chuva. Depende muito da época que vc vai, agora começam as chuvas por lá e o mar fica mais revolto, logo balança mais.
      A única parte do trajeto que o barco balançou mais foi quando estávamos chegando perto das ilhas – a região é cheia de montanhas e é natural que existam ondinhas e mar um pouco mais agitado (mas nada perigoso).
      Ah, essa empresa também oferecia pílulas contra enjoo, mas ninguém passou mal :)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s