Onde se Hospedar em Punta

Difícil saber onde se hospedar em Punta porque depende muito do teu bolso. Se bem que o local não tem nada muito BBB (bom, bonito e barato), há varias opções deliciosas.

>>> Península: recomendo se hospedar por lá quem não for contar com mobilidade própria: carro. Ficando na Península é mais fácil de alugar bicicleta, dá pra ir pra cima e pra baixo nas praias Mansa e Brava – a pé, mesmo. À noite tem opções legais de comidinha que vou indicar depois e bares na orla também. Você pode ficar aqui se quiser hotéis mais em conta, também.

– Hotel Atlántico: bem pertinho do porto e do farol da Península. Boutique, bem acolhedor com 43 quartos, vários deles com vista. Reserve aqui. Capitan Miranda (Calle 7) esquina 2 de Febrero (Calle 10).

>>> Praias Mansa e Brava: Bem perto da Península, é uma opção interessante se você quiser ficar num clima mais praiano sem ficar longe do burburinho. Sem carro dá pra curtir a redondeza. Ambas praias tem mais família durante o verão, aliás a Mansa tem mais ainda que na Brava, ok?

– Casapueblo: Ruta Panorámica s/n, Punta Ballena. Reserve aqui.

– Serena: Rambla William Parada 24. Reserve aqui.

12661761_1068871426510583_8205860790885823153_n

– Awa: Pedragosa Sierra y San Ciro. Reserve aqui.

>>> La Barra: À medida que você vai avançando sentido Jose Ignacio para o leste do balneário, você encontra La Barra. Barra: reduto do estereotipo de pessoas que definem Punta. Meninas que vão super produzidas à praia, restaurantes incríveis, hotéis lindos, bares cool (aliás, muitos bares de Buenos Aires abrem na orla durante a temporada, uma coisa que só!). Lugar preferido para noitadas também. Não indicado para famílias.

Mantra: Av. Jaureguiberry y Ante Milat. Reserve aqui.

Mantra-Resort-SPA-e-CasinoPunta-del-Este-Food-Wine-Festival-2011

Kalá: Pedregal S/N Altos De Montoya (ex Ante Milat). Reserve aqui.

– Posta del Cangrejo: De Los Remansos. Reserve aqui.

1

>>> Jose Ignacio

O balneário já fica meio fora de Punta, 40km da Península. A onda aqui é outra, meio paradisíaco, tranquilo, luxuoso, é daquelas praias bucólicas com farol que não são lindas mas são deliciosas. Para esquecer do mundo por lá.

Casa Suaya: Ruta 10 Km 185.5. Reserve aqui.

casa suaya

La Viuda de José Ignacio: Ruta 10 Km 185.5. Reserve aqui.

la viuda

Facebook | Instagram | Twitter

Comidinhas em Punta

Uma das coisas que eu  mais curti em Punta foi o clima bucólico sempre presente na hora das refeições. Se bem a praia não é das mais lindas como eu já comentei aqui, há de certo uma atmosfera bem legal para quem curte flanar à beira mar.

1800205_10152227378587579_1515570172_n

CRÊPAS

Aham, só tem crepes deliciosos enche de jovens no pós praia e é indicado pra aquela comidinha rápida típica de praia. Existem os sabores básicos do tipo presunto e mussarela e tem outros mais elaborados, como com queijo brie, mostarda de Dijon, camarão, etc. Eu não sou muito fã de crepe porque não sou muito fã do doce misturado com salgado em um geral, mas o básico que eu pedi de jamón y queso con tomate tava bem delícia e depois dividi um de Nutella, claro, com minha amiga e gostamos, não tem como ficar ruim né? Preço médio por crepe: 250 pesos uruguaios. Post completo no Destemperados.

+ La Barra: Ruta 10 esq. Las Sirenas em La Barra/ Calle 27 y Gorlero, na Península de Punta – www.crepas.com.uywww.facebook.com/crepasart.

VIRAZÓN

Acho que foi o lugar que eu mais adorei. Primeiro porque as duas vezes que eu fui estava vazio e o clima era delicioso. Não fazia calor, tinha uma brisa deliciosa vindo constantemente, fui bem atendida e a música era bem selecionada: pop francês, Brigitte Bardot. Passei horas por lá e não vi o relógio correndo. Post completo no Destemperados.

+ Rambla Portuaria esq. calle 18/ www.virazon.com.uy.

Screen Shot 2016-02-15 at 5.37.07 PM

CHURROS MANOLO

Manolo está para Punta, como o Freddo está para a Argentina e como a coxinha está para o Brasil. Super típico e conhecidíssimo pela área, não rola ir pra Punta e não se deliciar com um churro deles, pelo menos. Post completo no Destemperadinhos.

+ Calle 29 esq. Gorlero.

EL TUCÁN

Fui lá assim que cheguei do aeroporto. Era quinta fora de temporada e muitas coisas não estavam abertas, exceto o Tucán. Bem simples, sem frescura NENHUMA e com preços ok para nível Punta, abocanhamos um chivito (que é outra coisa que tem que provar), uma milanesa de carne e um flan de doce de leite. Incrível que fora o chivito era como se eu estivesse jantando em BUE ahaha.

+ Calle 24 entre 29, Península.

HELADERIA ARLECCHINO

Com tanta coisa argentina em Punta, eu queria mesmo tentar algo diferente. Tenho uma amiga morando lá faz tempo e logo que combinamos de sair ela disparou “temos que ir no Arlecchino”. Claro, a sorveteria mais tradicional da região, compete com Freddo e Volta. E ainda que eu prefira meus conterrâneos argentos, não posso deixar passar por alto essa delícia. Vive cheia de gente, tem sabores tropicais e é uma boa saída pra quando você enjoar das outras concorrentes. Também tem post no Destemperadinhos.

+ Gorlero 612 (entre Calle 19 y 21), Centro.

1795782_10152227380692579_266158752_n

EMPANDAS LA CHARRUITAS
Confesso que fui a Punta com planos de albergue ahha, nao fiquei em albergue mas também nao aluguei carro e me assustava com os precos (eu moro na Argentina, né?). Claro que um dia ia rolar empanadas, foi quando eu vi um post da Ale do Destemperadinhos sugerindo as Charruitas. Básicas, no ponto, quentinhas, perfeitas para comer na rambla de Punta ahaha. Post completo no Destemperados.

+ Av. Francia entre Vaz Ferreira y Lencina/ www.lascharruitas.com.uy.

Os meninos do Destemperados sabem MUITOOO de Punta e eu segui muitas muitas muitas dicas deles. Tem outras muito melhores no link!

Facebook | Instagram | Twitter

Punta del Este, o Básico

Punta tem cada vez mais sido destino dos brasileiros, principalmente no verão. Vou fazer uma série de posts simples da cidade encanto do Uruguai para você ter uma base caso queira ir pra lá.

1618509_10152227378972579_37468042_n

 Como Chegar

Saindo de Buenos Aires você tem acesso pelo Buquebus (combinação de navio e ônibus) ou tem a opção de voo direto mesmo (que é muito rápido, não dá nem tempo de sentar). Outra alternativa é pegar um voo até Montevidéu e de lá, um bus para Punta. Vindo do Brasil há voos diretos, claro. Sobre imigração e etc, nem preocupa: o aero de Punta é pequenino e sendo Uruguai parte do Mercosul, apenas RG atualizado basta para entrar no país.

Do Aeroporto para o Hotel

No caso de chegar no aeroporto de Punta, você pode ir para o hotel de táxi, há vários no aeroporto ou pegar um bus que sai de lá. Táxi não vai ser barato, mas Punta não é de nenhuma maneira uma viagem modesta, então vá preparado. De qualquer maneira o bus é uma opção legal. As empresas que te levam para as diversas praias e Punta (península) são Cot e Copsa. No caso de fazer via Montevidéu, do aeroporto mesmo saem linhas de ônibus para a cidade e leva em torno de 2h para chegar lá.

MAS, eu recomendo MUITO alugar carro lá gente, não tem jeito. Punta não é uma cidade de vida fácil para quem vai na fé e coragem para depender de táxi, caminhadas, bicis e bus. Ok? As melhores empresas para alugar carro por lá são: AvisEuropcar Hertz. Vai facilitar muito tua estadia pela cidade. JURO.

Como é Punta

Se você vai procurando praia linda de morrer tá indo pro lugar errado. A areia não é branquinha, fininha, a água não é clara. O que Punta tem de legal é a badalação que rola no verão, principalmente entre Natal e a primeira semana de janeiro e depois no carnaval. Se a ideia for ir atrás de agito, Punta é o destino certo. Em outras épocas a cidade meio que murcha, mas mesmo assim tem seu encanto.

Enfim, uma boa sugestão é pegar umas duas semanas, ir antes do Natal para aproveitar o clima bucólico da cidade, ver o pôr do sol cair feito uma joia, comer bem nos lugares que ainda estarão tranquilos e depois aceitar o clima festão que se instaura na cidade.

Punta tem muitos restaurantes super legais, lojas lindas, e não é uma cidade só de praia sabe? É uma cidade que tem de tudo. Eu acho que é daqueles lugares que mesmo quem não curte praia, acaba gostando.

O Povo de Punta

Não é mentira que quem vai tem dinheiro, porque mesmo que você queria economizar não vai rolar, portanto o público de Punta é sim um pessoal que tem mais grana, e consequentemente em grandes limites, mais metidinha (já disse, mas repito: se você quiser aproveitar legal a cidade, separa uma lambujinha para gastar). Durante a semana do ano novo a cidade enche de jovens, depois durante o verão é bem natural ver famílias que alugam casas para veranear.

Tem meninas lindas de morrer, magras, altas e esbeltas? TEM, e a maioria é argentina. Geral vai produzida tomar sol nas areias das praias e rola uma ostentação sim, por isso se você fizer a linha simples e se você se incomodar com esse tipo de atmosfera, melhor não ir. Sou bem sincera. E por outro lado você tem duas opções: ou liga o f***-se e se diverte (coisa que eu fiz e minhas amigas fizeram) ou liga o f***-se e não vai ahaha. Eu falo isso porque sei que tem gente que não se diverte nessas condições, sabe? Ir pra praia, tomar clericot, se misturar com gente meio metida não é para todos. E não estou aqui a convite do governo do Uruguai pra defender o balneário com unhas e dentes ahahhaa então posso ser muito verdadeira.

Claro que tudo isso depende muito da praia: Barra, Jose Ignacio, Bikini tem MUITOOO disso que eu comentei acima, agora Mansa, Brava, as ruas da Península são mais de boas em relação ao assunto. E vale lembrar que: esse parâmetro é parâmetro de VERÃO, indo em outras épocas isso não rola. Aliás, rola mais mesmo durante Ano Novo e Carnaval, caso contrário rola em menor escala.

Entendendo Punta

A Península de Punta del Este fica numa pontinha, na Península (assim chamada por locais) é onde fica o Centro, bons restaurantes, alguns hotéis mais em conta e também lá está o terminal rodoviário que tem bus para as outras praias da região. De lá dá pra se deslocar a pé pelas praias Brava e Mansa que de desdobram do Centro. É bem legal porque, de alguns pontos você consegue ver ambas praias, de um lado a Mansa e de outro a Brava.

A Mansa é bem grande, tem bastante família e é daqui que é legal ver o pôr do sol, principalmente . A Brava tem ondas bem fortes, na real acho que todas as praias que tem Brava no nome são assim neh? Hahaha, lá que fica o Monumento de los Dedos (onde você vai ir tirar foto).

Pegando a Mansa e indo embora sentido Montevidéu, você chega em Punta Ballena, onde está o famoso hotel Casapueblo e onde também está o pôr do sol mais belo da vida (nos dias que eu fui peguei nublado, foi broxante, fuen).

Sentido contrário, pegando a Brava e indo embora, você vai caminho a maior badalação e a área que é mais cool e fashion do balneário: La Barra, Manantiales, Bikini,  e mais distante, Jose Ignacio.

Dinheiro

Já falei que a cidade é cara. Portanto vá munido de dinheiro. Ok? Por lá dólares são super bem aceitos (na real quase tudo tem sua cotação em dólares) e reais também, portanto nem rola comprar pesos uruguaios. O Ric Freire do Viaje na Viagem tem um BEEEELO post explicando tim tim por tim tim do que vale a pena ou não fazer em relação a câmbio. Eu se morasse no Brasil, levaria certo reais e cartão. Acho que não compensa comprar dólares para ir para Punta porque você acaba perdendo na conversão já que reais são bem aceitos lá (a não ser que você tenha as verdinhas em casa), agora comprar pesos uruguaios acho que não vale mesmo.

Como fazer sem carro?

Pra provar que dá pra curtir Punta sem carro, eu mesma fiquei sem carro lá e não tinha carona ahaha. É bem comum ver gente pedindo carona por lá aliás ahaha, mas eu não pedi. Do aero pro hotel eu fui de bus, sai da estação e caminhei até o hotel. Ah isso sim! Se for ficar sem carro, se hospede perto da terminal de bus pelo menos, ok? Igual depois explicado bem no post de hospedagem onde é melhor ficar e etc.

Da Península eu saia para as praias Mansa e Brava a pé mesmo, uma vez aluguei uma bici num lugar do lado do Churros Manolo, não lembro o nome mas o churros fica na Calle 29 com Gorlero. Aproveita e já prova um! A bici é legal, mas para andar pela praia que você aluga, nem pensa em ir de uma praia a outra, pegar estrada e etc, é muito perigoso e tá cheio de bad boy alugando carro potente pra correr. Não arrisca.

De qualquer maneira, sem carro é legal montar bases: ficar uns 3 dias no Centro pra conhecer a Península, Mansa e Brava (pegar um desses dias para recorrer a área do Casapueblo), depois ir para o lado da Barra e montar base lá, e de lá sair para Jose Ignacio e outras praias ao redor.

Se programando

Para viajar a Punta é fácil, basta planejamento principalmente se você quiser ir no verão, ok? Nos próximos posts vão rolar dicas de onde se hospedar, onde comer e o que fazer.

Concluindo 

Eu adorei Punta, amei porque sou dessas que ama um bar na areia, que tá pouco se lixando pro pessoal metido, que ama restaurante gostoso e adora sair a noite para curtir um agito (não curto balada, mas tem agito sem ser balada lá). Eu adorei porque amo pôr do sol lindo e gosto de poder misturar essa coisa de cidade legal com praia, mesmo porque sou muito branca e não rola passar mais de 2h na areia. Enfim, ainda virão mais posts, stay tuned.

Facebook | Instagram | Twitter